Pontos de fidelidade de companhias aéreas podem ser aproveitados em qualquer período

Viajar no momento ainda não é muito recomendável por conta da pandemia que está ameaçando a vida de muitas pessoas. Enquanto a população espera acabar a pandemia do novo coronavírus, é possível acumular pontos nos programas de viagens das companhias aéreas.

Os voos foram reduzidos drasticamente para evitar a contaminação dos passageiros, no entanto, os benefícios que os clientes podem ter são úteis depois que a quarentena passar. Além de trocar por passagens aéreas, é possível trocar por produtos e serviços que não estão relacionados com viagens.

Os programas de fidelidade conseguem proporcionar muito mais do que o cliente pode imaginar. O programa de fidelidade TudoAzul, por exemplo, permite a troca de pontos por cosméticos, álcool em gel e produtos eletrônicos. Existe um shopping virtual que se chama TudoAzul, onde várias ofertas estão disponíveis.

Apesar da interrupção das viagens, os participantes do programa de fidelidade da Azul passaram a entrar na loja virtual buscar por produtos, o que aumentou o acesso do site em 40%. Isso mostra o quanto as pessoas estão interessadas por itens que possam ajudá-las na quarentena.

A empresa Latam anuncia que os clientes do programa de fidelidade Latam Pass, podem aproveitar para comprar produtos de lojas como Amazon, Magazine Luiza e Netshoes.

A página do Shopping Smiles, que faz parte do programa de fidelidade da Gol, possibilita usar milhas para aparelhos, roupa de ginástica, itens de higiene pessoal e livros em grandes lojas como Magazine Luiza, Ponto Frio, Casas Bahia e Fast Shop. As milhas podem ser usadas até mesmo para comprar crédito para viagens do Uber e pedidos do Uber Eats.

Muitos voos foram cancelados, mas isso não impede que as passagens aéreas não possam ser adquiridas com os pontos acumulados. Em cada um dos programas citados, existem bilhetes aéreos disponíveis que podem ser adquiridos com os pontos de fidelidade.

Por enquanto, não existem notícias de quando o setor turístico terá uma recuperação. Se a quarentena for necessária por mais meses, a crise do coronavírus poderá afetar ainda o mercado do turismo em diversos níveis, desde os voos de luxo até os lugares mais visitados do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *